SEJA BEM VINDO OBJETIVO/MISSÃO AS TERAPIAS PROFISSIONAIS CURSOS
SEJA BEM VINDO
OBJETIVO/MISSÃO
AS TERAPIAS
PROFISSIONAIS
CURSOS
AGENDA
EVENTOS
PARCEIROS
INFORMATIVO
PROMOÇÕES
CONTATOS

Fitoterapia

                                     

     Fitoterapia (do grego therapeia = tratamento e phyton = vegetal) é o estudo das plantas medicinais e suas aplicações na cura das doenças. Ela surgiu independentemente na maioria dos povos.

      Deve-se observar que a definição de medicamento fitoterápico é diferente de fitoterapia pois não engloba o uso popular das plantas em si, mas sim seus extratos. Os medicamentos fitoterápicos são preparações elaboradas por técnicas de farmácia, além de serem produtos industrializados e caracterizado na embalagem com uma traja vermelha, destacando que este produto só pode ser indicado por médicos, ja os demais produtos sem esta caracteristica, são denominados comoprodutos naturais ou fitoterapicos e de venda livre, o que permite ao fitoterapeuta recomendar para seus clientes.

      Há uma grande quantidade de plantas medicinais, em todas as partes do mundo, utilizadas há milhares de anos para o tratamento de doenças, através de mecanismos na maioria das vezes desconhecidos. O estudo desses mecanismos e o isolamento do princípio ativo (a substância ou conjunto delas que é responsável pelos efeitos terapêuticos) da planta é uma das principais prioridades da farmacologia.

       Enquanto o princípio ativo não é isolado, as plantas medicinais são utilizadas de forma caseira, principalmente através de chás, ultradiluições, ou de forma industrializada, com extrato homogêneo da planta.


Reiki

                                  

      Reiki é uma técnica de cura através da infusão de energias vitais pela imposição das mãos, desenvolvida em 1922 pelo japonês Mikao Usui que é baseada na canalização da energia universal Rei através da imposição de mãos com o objetivo de restabelecer o equilíbrio energético vital de quem a recebe e, assim, restaurar o estado de equilíbrio natural (seja ele emocional, físico ou espiritual); podendo eliminar doenças e promover saúde. Trata-se de uma técnica energética, não tendo relação com nenhum sistema religioso.

    A fonte de tal energia não provém do terapeuta. Conforme o próprio nome já diz (Rei - Energia Universal, Inteligência Divina, Matriz / Ki - energia vital presente em todos os seres e em todos os lugares), essa energia curadora apenas é canalizada pelo terapeuta em direção ao paciente, proveniente da Inteligência Divina. Dessa forma, o terapeuta reikiano não se esgota durante a aplicação do Reiki.

   Como o conhecemos hoje, o Reiki é uma terapia holística natural a qual preconiza que, através daimposição de mãos do Terapeuta Reiki, é possível irradiar as vibrações de harmonia da energia vital do Universo (Rei) para restabelecer o equilíbrio da energia vital (Ki) de quem o recebe, podendo refletir assim nas zonas doentes do corpo de um paciente.
 

Terapias Floral

                  

     O objetivo da terapia floral é o equilíbrio das emoções. Podemos buscar a ajuda dessa terapia para lidar com sentimentos que estão em conflito, que negamos ou que temos que modificar, como a insatisfação, a incerteza, insegurança, a raiva, entre outros. A terapia floral utiliza-se de compostos energéticos chamados essências florais. Cada essência é indicada para trabalhar emoções específicas ou conjuntos de emoções.


Radiestesia


                             

    Embora a sua prática tenha acompanhado o homem ao longo da história, segundo alguns pesquisadores, existem desenhos pré-históricos esculpidos em cavernas, de “varas de comando” utilizadas na procura da caça, em relatos bíblicos, como o brotar água das pedras conseguido por Moisés no deserto, utilizando o Dorje (bastão conhecido pelos egípcios), até aos rabdomantes, que utilizavam a vareta de prospecção na idade Média e Renascentista, para procurar veios de água e minerais do subsolo, a palavra radiestesia foi criada apenas em 1892, pelo Abade Bouly. Provém da combinação dos termos RADIUS (latino) que significa radiação e AISTHESIS (grego) que significa sensibilidade, e permite-nos entender o seu significado como a “sensibilidade de um indivíduo para a detecção e utilização das radiações”.

    Tudo o que existe e tem forma (vivo ou não), vibra com frequência própria, produzindo os mais variados tipos de radiação (energia irradiada a partir de um ponto).

    A Radiestesia é a ciência que nos permite, através do efeito de ressonância (tudo que vibra, induz vibrações a outros corpos próximos, gerando nos mesmos uma frequência similar no tempo, com menos amplitude), detectar, comparar e classificar estas radiações, indicando qual a melhor forma de aproveitá-las.

    Nós temos uma vibração própria exposta constantemente às radiações do meio que nos envolve, podendo esta ser nociva. O trabalho da Radiestesia é recompor a nossa vibração natural, devolvendo a harmonia à vida do ser humano.

    A sua acção, segundo pesquisadores como Chaumery, Belizal e La Forrest, processa-se através de sensibilizações provocadas por micro-vibrações que percorrem os circuitos nervosos dos membros superiores do radiestesista, estimulando e produzindo nestes micro-movimentos polarizados e que, aliados a respostas reactivas do nosso inconsciente, se traduzem em oscilações de um pêndulo que funciona como amplificador das radiações receptadas. Este, é o segredo que explica o movimento do pêndulo radiestésico.

    A leitura radiestésica recebe dados do inconsciente do operador, que determina os tipos de gráficos, símbolos radiantes, aparelhos radiestésicos, compensadores e artefactos radiantes que poderão ser utilizados para recompor a harmonia e o equilíbrio vibracional naturais do ser analisado.

 

Radiônica

                                              

    A partir das comprovações da Mecânica Quântica, aprendemos que as partículas subatômicas, ora se comportam como matéria, ora como energia. Ou seja, a realidade que nos cerca é fruto de nossa concepção pessoal do mundo.

    Don Juan, guru de Castañeda já dizia que: "quando um homem nasce, lhe é transmitida uma visão do mundo que vai gradualmente sendo reforçada, até o ponto em que a realidade é por ela substituída. Ninguém vê uma árvore, apenas intui o conceito do que seja uma árvore".

    Nós vivemos enredados no corpo etérico do planeta, sujeitos ao fluxo incessante de energias e forças que circulam pelo sistema solar. Os nossos Chackras, cada um deles sensível a um determinado padrão de energia, atuam como condutores das fontes planetárias de nosso sistema e mesmo fora dele. Nós também estamos sujeitos às energias que emanam da própria Terra e das formas pensamentos de todas as criaturas, em todos os planos.

    Também, a partir da Teoria da Relatividade de Einstein, passamos a saber que as partículas materiais podem ser criadas a partir da pura energia e voltar a ser pura energia. A equivalência entre matéria e energia é expressa pela famosa equação E=mc 2 . As teorias de campo transcenderam definitivamente a distinção clássica entre as partículas e o vácuo. Segundo Einstein, as partículas representam condensações de um campo contínuo presente em todo o espaço.

    Por isso o universo pode ser encarado como uma teia infinita de eventos correlacionados , e todas as teorias dos fenômenos naturais passam a ser encaradas como meras criações da mente humana, esquemas conceituais que representam aproximações da realidade.

    Isto é, somos energia e estamos imersos em um universo de pura energia. Estamos em um universo Omnijetivo.

Não há um mundo físico separado. Participamos de um espectro onde existem, ao mesmo tempo, todas as realidades possíveis. Há uma íntima interconexão entre sistemas diferentes que não estão em contato espacial. Tudo está interconectado. O Universo é um pensamento gigante, em vez de uma gigantesca máquina.

    O uso desta energia sutil que forma todo o universo, por meio de dispositivos ou aparelhos, começa com Paracelso, nascido em 1490 na Suíça. Grande pesquisador da natureza, Paracelso usava imãs, nos quais colocava propriedades terapêuticas, para remover distúrbios no campo da energia vital. Mas, o maior defensor de uma forma de magnetismo que poderia ser transmitida entre seres vivos foi Franz Anton Mesmer.

    Mesmer, após diversas pesquisas, chegou a conclusão que ele era o possuidor da energia e não os imãs. A esta força deu o nome de Magnetismo Animal. Então qual seria o poder dos imãs? Os imãs seriam os que comunicavam, armazenavam e transmitiam esta energia. O Dr. D'Eslon, grande discípulo de Mesmer, publicou um livro sobre o Magnetismo Animal, dizendo que este é um fluido universal que enche a natureza, e que o corpo humano tem propriedades semelhantes às de um imã, as quais podem se comunicar de um corpo ao outro. E, uma idéia muito importante: esta força pode operar a grandes distâncias sem a intervenção de nenhum corpo, bem como pode ser comunicado, propagado, aumentado pelo som, acumulado e concentrado. 

    Outro vulto histórico de grande importância foi o Barão Karl Reichenbach. Ele pensava ter descoberto uma forma estranha de energia que emanava de todos os seres vivos e também de matéria inanimada. Segundo ele, esta estranha energia se diferenciava das outras forças por ter uma existência própria e independente do magnetismo. A esta energia deu o nome de Força Ódica. Em seu livro, afirmava que esta energia podia ser acumulada, conduzida por fios e focalizada por uma lente. Muitas pessoas podem transmití-las a outra, tanto para fins de cura, como para causar doenças, ou dor. Umas das suas características, é que a mesma podia ser transmitida por fios.

   Cem anos mais tarde, isto pode ser comprovado pelo engenheiro Galen Hieronymus, que percebeu uma energia extremamente semelhante a Força Ódica, e a chamou de Força Elóptica. Para provar a condução da energia por fios, fez a seguinte experiência: Colocou em um galpão totalmente escuro duas plantas. A uma delas conectou um fio de cobre que ficava exposto ao sol. A planta que havia sido conectada estava verde e bonita, enquanto a outra estava sem força, branca, sem energia.

    No século XIX apareceram inúmeros aparelhos radiônicos, todos para demonstrar, de alguma forma, este novo tipo de energia que estava sendo descoberta. Dentre eles citamos o magnetrômetro de Fortin, o biômetro do Dr. Audollent e os experimentos do professor Boirac. Entretanto, talvez a mais significativa contribuição tenha sido a do Dr. Kilner. Médico inglês, ele desenvolveu uma série de experimentos até chegar ao resultado: uma solução alcoólica de diacianina entre duas lâminas de cristal. Olhando através delas, com o paciente contra um fundo escuro, era possível visualizar o campo energético ao redor da pessoa. Com as variações de cores, conseguia fazer diagnósticos sobre seus problemas.

 

Mesa Radiônica Quântica

                             

   
A Radiestesia é uma ferramenta utilizada para averiguar todas as vibrações energéticas existentes em pessoas, animais, objectos e locais. A radiônica serve para transmutar as energias anteriormente detectadas pela Radiestesia.

    A mesa radiônica é um poderoso instrumento de cura, baseada na geometria sagrada e nos doze raios, utilizando os princípios da Radiestesia e da radiônica. A simbologia sagrada contida nesta mesa, dá-lhe uma conexão com os Anjos, Arcanjos e Mestres, pelo que a limpeza e harmonização é executada dentro do Divino, respeitando assim o melhor para todos, com o consentimento do Eu Superior.

    Na mesa trabalha-se, entre muitas outras coisas, a saúde, a família, o trabalho, os relacionamentos, a prosperidade e o crescimento espiritual. É um instrumento que trabalha os nossos bloqueios sejam eles conscientes ou inconscientes, provenientes desta vida, de vidas passadas, de vidas paralelas ou de hereditariedade, averiguando e analisando todas as energias visíveis e invisíveis, transmutando-as.

    Actua em todos os corpos e planos, limpando e harmonizando assim energeticamente pessoas e ambientes.

    Todas as decisões a tomar nossa vida, sobre relacionamentos, empregos, negócios, mudanças, viagens, cursos, etc., podem ser averiguadas na mesa, para que não tenhamos dúvidas sobre qual a decisão correcta.

    Podemos dizer que a mesa pode abranger todas as situações, mesmo invejas, magias, implantes, clonagens, portais, entre muitas outras, podem aqui ser trabalhadas.

    Assim, a mesa radiônica é um instrumento poderoso, onde se pode indagar sobre todas as áreas da nossa vida, detectando as mais diversas situações, permitindo anular e transmutar tudo o que de nocivo for encontrado.

    Após o trabalho desenvolvido na mesa, a pessoa passa por um processo consciente ou não de processamento dos ajustes efectuados. O tempo de processamento é relativo, pois depende do ritmo e da vontade de cada um. Desde que a pessoa esteja receptiva a fazer mudanças abrem-se novas portas e perspectivas na vida.

     A imagem da mesa radiônica citada anteriormente e de autoria de Régia Prado.

 

Aromoterapia

                        

    Aromaterapia é um ramo da fitoterapia que consiste no uso de tratamento baseado no efeito que os aromas de plantas são capazes de provocar no indivíduo. Esta é a ciência que explora o uso dos oléos das plantas para beneficio da sociedade.

De determinadas plantas aromáticas é extraído o óleo essencial a ser aplicado isoladamente ou em combinação com outros aromas, dependendo das enfermidades e do indivíduo.

  Óleos essenciais são substâncias voláteis extremamente concentradas, que possuem princípios ativos de acordo com suas composições químicas. Dependendo da planta, o óleo essencial terá características diferenciadas de aroma, cor e densidade. Os óleos essenciais podem ser usados diluídos em veículos carreadores sobre a pele, através de massagens, cremes, loções, gel ou puro, através da inalação. Dependendo da forma de uso provocará efeitos físicos, mentais e emocionais, alterando a respiração, os batimentos cardíacos, pressão arterial, estados de ânimo, concentração, etc.

    É considerada uma terapia alternativa ou complementar, embora seja um tratamento bastante antigo, que surgiu da fitoterapia e que é comumente usada em conjunto com esta. É utilizada no tratamento das mais variadas enfermidades e desequilíbrios, sendo considerada uma terapia holística.

     A Aromaterapia deve, mesmo assim, ser empregada com cautela e de preferência, guiada por um profissional especializado, que saberá verificar as contraindicações, além de dosagens melhores formas de uso.

 

Terapia Corporal
                                   

     É uma forma de terapia que usa o corpo para liberar emoções, sentimentos e ativar as funções necessárias à vida. Baseia-se no conceito de energia vital e todo o tipo de manipulação corporal, como os diversos tipos de massagem.

 

Avaliação Energética

                                        

    Avaliação energética é feita através da radiestesia e nos informa o grau de saúde ou de desequilíbrio em que o indivíduo se encontra naquele determinado momento.

     Perguntas como: acompanhamento energético, verificação de abertura de chakras, estado do campo emocional, etérico e físico, assim como alinhamento de campos, ruptura no campo áurico, fuga de energia pelas mãos e pés são apenas umas, dentre as minúcias a que se pode chegar usando-se esta técnica de avaliação.

    Depois de feita a avaliação, passa-se então, para o uso da cromoterapia, ou seja , o tratamento através da radiação de cores, quer seja pelo uso mecânico (lâmpadas coloridas) ou seja pelo uso mental (através da vontade do aplicador/cromoterapeuta).

     O tratamento pode ser feito, tranqüilamente, a distância, visto que o cromoterapeuta entra nos campos energéticos e pode fazer toda a avaliação e tratamento necessários sem que o "ide" esteja presente.

 

Feng Shui 

                               

    Os chineses comparam os benefícios que o tratamento que o Feng Shui pode proporcionar a um espaço com os resultados que a terapia da acupuntura pode oferecer a um paciente.

    Segundo eles, da mesma forma que o Acupunturista, diagnostica os bloqueios na circulação de energia de um paciente e aplica agulhas em uma parte do corpo para curar uma outra parte ou órgão, o consultor de Feng Shui detecta as supostas influências visíveis e invisíveis em um ambiente e recomenda curas em uma área particular do imóvel que são capazes de alterar as características da circulação de energia no todo. Não há, entretanto, provas científicas da existência de tais influências "visíveis e invisíveis" nos ambientes.

    Supostamente cada avaliação de Feng Shui é única, relativa às influências magnéticas do local, da edificação e de seus habitantes.

    O conhecimento destas "influências" pode explicar muitos fenômenos que percebemos apenas de forma intuitiva, por exemplo: o que nos faz sentir confortáveis em determinado ambiente; porque certas áreas de uma edificação são pouco ou nunca ocupadas; porque alguns dos seus moradores sempre estão adoentados; porque certas edificações ou áreas em uma cidade são bem ocupadas enquanto outras são evitadas pelos habitantes.

O primeiro objetivo do Feng Shui é guardar e preservar as boas influências disponíveis no lugar de modo a permitir que permaneçam e se distribuam suavemente pela edificação.

O segundo objetivo é reduzir os efeitos negativos das diversas influências nocivas ao local, presentes na sua construção ou frutos das alterações em seu entorno.

O terceiro objetivo é implementar "curas" que possam produzir resultados em termos de saúde, bem-estar e harmonia para os moradores ou usuários do espaço tratado. Isto pode ser conseguido estimulando as características do espaço benéficas para as pessoas que habitam este local – através das alterações arquitetônicas ou da forma, da cor, e do posicionamento dos objetos presentes no local.

 

Cristaloterapia

                                        

    Desde que a Humanidade se conhece que os Cristais, também chamados de Pedras Semi-Preciosas e as Gemas, conhecidas também como Pedras Preciosas, que são utilizadas em tratamentos e terapias de auxílio de cura para o restabelecimento do equilíbrio energético do Ser Humano.  Na América do Norte e na do Sul, certas Tribos indígenas como,os Cherokees, os Navajos, os Arapanho, os Hopi, os Anasazi ou os Tupi-Guaranis, sendo apenas alguns exemplos ameríndios,sempre souberam usar as propriedades curativas destas Pedras Terapêuticas. Também na ancestral Índia e Extremo Oriente, como no Antigo Egito, estes Curadores responsáveis por este sistema de cura, cultivaram desde cedo o uso pelos Cristais e Gemas nos tratamentos de certas enfermidades. Aparecem registros deste uso também pelos povos de origem Celta, desde o início dos primeiros sistemas Matriarcais, como na herança cultural Cigana deixada pelas raízes das ancestrais Tribos da Europa Central, vindas do Egito e da Índia.

  Acredita-se que os Cristais e Gemas de Cura possuam uma memória e uma vibração, onde guardam dentro deles estas intemporais impressões e que podem ser resgatadas e utilizadas por um Cristaloterapeuta experimentado ou por alguém com algum poder sensitivo e curador.

 

Jin Shin Jyutsu

                              

" Arte do Criador através do homem de conhecimento e compaixão"

Jin Shin Jyutsu significam:

Jyutsu: Arte

Shin: Criador

Jin: Homem de conhecimento e compaixão

     O Jin Shin Jyutsu  Fisio-Filosofia é uma arte de harmonização do corpo, mente e espírito por meio de toques, em áreas do corpo que concentram a energia vital. Essa prática foi desenvolvida através dos estudos do Mestre Jiro Murai , no Japão, no início do século XX, e tem como princípio aproveitar a capacidade inerente a todos seres humanos, sem exceção, de gerar a própria harmonia física, mental e emocional e, assim, manter a saúde. Nem sempre estamos conscientes deste nosso poder essencial e, ao ativá-lo, é possível restaurar a força vital e ficar menos vulnerável às doenças e aos efeitos do estresse.

 

"Próspero e feliz aquele que acredita ser uma manifestação abençoado de Deus." (Elizeu Duarte)

Site Map